Nos últimos 20 anos houve o surgimento do conceito de gerenciamento da

cadeia de suprimentos. Acompanhado disto, temos o surgimento de práticas

inovadoras que buscam uma integração cada vez maior entre empresas para

a redução de custos, e um ganho geral de competitividade. Isto é, práticas

que aumentem a performance da cadeia de suprimentos. Acompanhado disto

temos a evolução da tecnológia de informação, que hoje é infinitamente mais

consolidada e acessível, o que trouxe uma facilidade maior de controle e

comunicação para as empresas.

Hoje existem diversas práticas, e um grande interesse que existe é como

cada pratica irá afetar o desempenho da cadeia de suprimentos. É esta

abordagem que este artigo tenta fazer. Os autores realiaram uma pesquisa

no mercado australiano, onde obtiveram dados de mais de 250 empresas.

Após realizarem uma separação entre as atividades, obteve-se uma arvore

onde se explica a estrutura das práticas na cadeia de suprimentos, e suas

ligações com a performance. O artigo conclui que relacionamentos de longo

tempo entre empresas são muito promissores. E que o impacto que estas tem

quando existe a aplicação de ferramentas de TI, há um aumento significativo

na performance da cadeia.

 

PRAJOGO, Daniel; OLHAGER, Jan. Supply chain integration and performance:

The effects of long-term relationships, information technology and sharing, and

logistics integration. International Journal of Production Economics, v. 135,

n. 1, p. 514-522, 2012.

 

joaofeck.fw

João Feck

Graduando de Engenharia Elétrica

Membro sênior do GELOG