Nesta última Quinta-feira (11/09) o grupo de discussão em inglês abordou um artigo sobre transporte marítmo de hortaliças na Europa, “Logistics network and externalities for shorts e a transport: Ananalysis of horticultural exports from southeast Spain”.

 O artigo trazia análises da aplicação de transporte marítimo e intermodal de curta distância e apresentava fatores de possíveis reduções de custos no transporte, porém em uma análise de tempo dos alimentos, ainda não cabível de implementação.
O grupo então baseou-se na análise dos fatores positivos e negativos da aplicação do método estudado e entrou um pouco mais a fundo na análise deste tipo de implementação no território brasileiro, o que perdurou a maior parte da discussão pelas análises das diferenças de tecnologia e infraestrutura no cenário atual brasileiro.
Por fim, o grupo conseguiu reconhecer as dificuldades tanto do Brasil quanto Europa da utilização da cabotagem e suas oportunidades de futuros investimentos no modal e também na intermodalidade para transporte dos mais diversos produtos.

Referência: PÉREZ-MESA, Juan Carlos. GALDEANO-GÓMEZ, Emilio. ANDÚJAR, J. A. S. “Logistics network and externalities for short sea transport: An analysis of horticultural exports from southeast Spain.” Transport Policy 24 (2012): 188-198.

Fernando Rizzoto

Membro do GELOG

Administração