O Plano Nacional de Logística e transportes (PNLT) foi desenvolvido pelo Ministério de Transportes e seu objetivo é formalizar instrumentos de analise, sob a ótica de logística, para dar suporte a possíveis investimentos públicos ou privados na infraestrutura logística brasileira, fazendo assim, com que o Brasil supere um grave gargalo das exportações, o escoamento dos produtos. Fazendo com que desta forma, os produtos brasileiros consigam se tornar mais competimos ainda, através da redução de custos logísticos.

A Ferrovia do Frango, faz parte dos projetos para o Vetor Sul, vetor este, formado pelo Rio Grande do Sul, Santa Catarina e parte do Paraná. Esse projeto se torna de fundamental importância, tendo em vista que os produtos advindos do oeste catarinense, principalmente a carne de frango, tem grande importância nas arrecadações estaduais, além de ser fonte de renda de muitas famílias catarinenses.

A ordem de serviço para o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) e o Projeto Básico da ferrovia foram assinados no último dia 15 e tem por previsão de termino de 22 meses e logo depois será licitada a obra, que tem 862 quilômetros e vai ligar o Oeste ao Litoral Catarinense.