Na terça-feira, 18 de novembro de 2014 foi realizada uma discussão sobre o artigo “Benefícios e impeditivos à integração da cadeia de suprimentos calçadista por meio da tecnologia de informação.”, conduzida pelo membro Marcelle Malta.

O artigo realiza um estudo de caso múltiplo, exploratório e qualitativo foi realizado na cadeia calçadista gaúcha. O mesmo identificou que dois modelos de integração da TI são adotados pelos prestadores de serviço de informática: proprietário e aberto.

Ambos os modelos atendem às necessidades operacionais básicas para a gestão de produção e estoque da empresa, mas o modelo proprietário limita o compartilhamento de informações entre parceiros de negócio, sem atender a normas ou padrões específicos. O modelo aberto, entretanto, é caracterizado pelo amplo compartilhamento de informações entre os usuários do modelo, permitindo assim a adoção da automação alinhada aos processos e o controle operacional da empresa.

Apesar de fechado, verificou-se que o modelo proprietário de integração da TI é bastante disseminado, haja vista sua simplicidade e custo baixo. Em contrapartida, o modelo “aberto” propicia maior organização dos processos internos de gestão da TI, gestão de estoques e da produção.

A discussão abordou pontos necessários para uma implementação eficiente e eficaz da tecnologia da informação visando a integração da cadeia de suprimentos, onde concluiu-se que para tal é necessário que se faça um aprofundado mapeamento de processos, o que permitiria um elevado nível de padronização dos mesmos.

É necessário que se quebre alguns preceitos para que se crie condições para melhor articulação da cadeia de suprimentos calçadista, propiciando aumento de velocidade e flexibilidade produtiva ao setor. Apesar de atrativos, tais avanços podem ser dificultados por movimentos comerciais de empresas usuárias do modelo proprietário que resistem à adoção do modelo aberto, mas é necessário que se realize um estudo mais aprofundado acerca as disputas empresariais que se travam em meio a uma cadeia de suprimentos, de forma a facilitar que se quebre esta barreira.

Referência: HERRMANN, Felipe Fehlberg et al . Benefits and impediments to the integration of the footwear supply chain using information tecnology. Gest. Prod.,  São Carlos ,  v. 20, n. 4,   2013 .   Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2013000400013&lng=pt&nrm=iso. Acesso em  03  nov.  2014.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-530X2013000400013.

DSC_0184

Marcelle Malta

Membro do GELOG

Engenharia de Produção Elétrica